Poesia em vida



Ao escrever
Sinto toda forma
Em meu ser

A cada palavra escrita
Emoção florida
Sentidas e lidas

Pulsar constante
Nas mãos que queimam
E que criam versos e palavras

Na beleza da vida
E na escuridão
Em poesia e rimas

Mente que não para
Coração que não para
Mãos que não param...

Constante é o sentir
Do escrever
Com emoção!

Nenhum comentário