Não estou disposta


Não sei as gírias atuais 
E não me importo nenhum pouco 
Não voto para ninguém
Pois todos os ratos fazem apenas o que seu Ego inflamado quer
Sem ter o mínimo de decência ao outro 
Interesses, desejos e somente o olhar sobre si mesmo
Não quero um futuro esplêndido, tendo que me matar para um sistema
Não vou alimentar o que não me alimenta
Não me importo em ficar sozinha
Não quero ter que pertencer a algo 
Não estou disposta a isso 
Pra quê fazer parte da manada? 
A religião e nem mesmo a ciência me cativaram
Não ao que se apresentam opostas, como se nada estivesse em conjunto
Não estou disposta a entrar no mundo do trabalho
E ter que me encaixar a um cargo 
Enquadrada e fechada no mundo que me colocam como verdade, por uma nota
Não é verdade
Nada disso
E não estou disposta a pertencer ao Mundo 
Como é...

Nenhum comentário