Mundo dos sonhos


 Eu não sabia onde estava. É sempre assim – pensei. O sol iluminava todo o lugar com poucas nuvens, era plano e apenas com poucas árvores e um campo limpo e verde. Tudo muito calmo, não havia ninguém, e o vento era gelado. Eu não sabia o que poderia fazer ou para onde ir, fui andando pelo campo, era a única coisa a ser feita, já percorria mais de um quilômetro quando me senti perseguida por algo, fiquei olhando para trás, mas não havia ninguém. Continuei andando. 
 Observando a beleza do céu, parecia que não havia mais nada do que aquilo, quando de repente algo me tocou com tanta leveza que mal senti. Não conseguia enxergar mais eram pessoas com muita luz todos me rodeavam parados e esperando algo de mim, era o que parecia. Dei um passo para perto deles e todos vieram mais perto ainda, e assim foi um passo mais perto,  eles ficavam perto de mim, me sentia um pouco tonta, mas era como se meu coração estivesse preenchido. Queria pegar eles, sentir, tentei abraçar um, mas então ele deu um passo para trás. Tentei fazer isso com todos, mas todos fizeram a mesma coisa. Fiquei intrigada, se eles querem ficar perto de mim porque estão fazendo isso? – me perguntava. Sentei. Fiquei olhando para eles, mesmo com dificuldade porque a luz era muito forte. Estava tudo rodando lentamente. Me deitei e fechei meus olhos. 
 Abria os olhos e olhava para o céu com poucas nuvens e azul. A as luzes em minha volta. O que estou fazendo aqui? – Só conseguia me perguntar isso. Por um minuto me vi deparada com todos em minha volta, olhando para mim enquanto estava deitada. Sorri para todos eles e eles transmitiram mais luz para mim. Me levantei um pouco e distanciaram, então única coisa que poderia fazer é ficar quieta e deitada novamente. Então eles voltaram nas mesmas posições. Fechei meus olhos que já estavam ardendo, por um minuto pensei que estava no céu, quem sabe não era. Acho que dormi. 
 E sentia meu corpo leve, como se estivesse flutuando para algum lugar. Abri meus olhos e estava em um lugar cheio de árvores escuras, pareciam mortas e sem vida. Mas estava com as luzes, todos começaram a correr e não sabia o que fazer. Corri para perto deles, mas eram muito rápidos. Comecei a ficar desesperada não queria ficar num lugar tão escuro, meu coração pulsava, não dava mais para correr, a respiração era pouca, não dava mais. Comecei a tossir tanto que começou a sair sangue da minha boca. O lugar que já era escuro começou a ficar mais ainda, e começou a rodar lentamente. Me sentia na lama, a única coisa que tinha naquele lugar, fechei meus olhos. Tremia, não sabia o que fazer, estava perdida. Onde vocês estão? – Gritei em desespero. Quando me virei uma luz estava voltando e me pegou no colo, uma única luz, me senti aliviada. Mesmo que não conseguisse abrir meus olhos, estava sentindo e era isso que importava no momento. Sentia segurança. E quando abri os olhos já tinha acordado. No meu mundo.
 Acordei assustada. Queria saber o que iria acontecer, mas não daria para voltar naquele sonho.  O estranho foi que todos me abandonaram e só uma luz voltou por mim. Por quê? – me perguntava. Não conseguia entender.  A cada sonho um obstáculo que teria que adivinhar.

Nenhum comentário