Mistérios da Lua Nova - Despertei às 02:47, seres normais não acordam esta hora, mas tomei um suco de açaí com laranja, acompanhado de uma generosa fatia de mortadela defumada.... fui ao quintal, e olhei para o Mundo, através do céu... Não de Indaiatuba, mas o céu do Universo, um céu de verão, cintilante, pulsante, e pontilhado de estrelas. No canto do telhado, uma bela Lua Nova, preguiçosa, bocejava, seu soninho cósmico, e pelo jeito, não esperaria o Sol, que não tem fases! Ou é forte, ou é fraco!!! E há séculos anda brigado com a Aurora Boreal. Mas nesta historia, há o orgulho das belezas e vaidades planetárias. Há um silencio milenar quebrado apenas pelo ronco baixinho da Lua Nova, e que poucos sabem, mas ela sofre de apneia, adquirido pelos ventos dos anéis de Saturno!

Nenhum comentário